No Abismo Secreto do Peito

Pinturas de Paulo Damião - "No Abismo Secreto do Peito"

É do nada e do vazio que existe no meio daquela névoa cerrada, morna e arrefecendo, que surgem as formas, as texturas, as cores, os movimentos súbitos intercalados com ruídos de apelo ou talvez de revolta, que dão vida a vidas estranhas, inseguras, assustadas perante o alcance dos olhares fixos e penetrantes, saídos do abismo (talvez secreto do peito), que congelam o ar e tudo o que dele vive. Uma tentativa de fuga ou uma tentativa de protecção através de um virar de costas, de um abraço, do esconder, do querer fugir de si mesmo, são o que os rostos daquelas vidas nos transmitem através do seu silêncio e da sua incredulidade. Da sua inesperada falta de aptidão para se movimentarem, para se libertarem.





Comentários

  1. Glup.

    Paulo Damião, hummmm, gostei.
    Estive na galeria Fonseca Macedo(na virtual óbvio) e gostei, acabou recentemente uma sua exposição.

    Obrigada pela partilha.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado por partilhares os quadros do Paulo Damião.

    As cores parecem que se arrastam de uma ponta à outra de tela e as cores parecem que queres dizer algo, mas são impedidas pelos rostos que lá estão, absorvidos numa calma aparente...

    Do nada surge sempre algo, o vazio enchesse aos poucos. O que é realmente importante é que "No Abismo Secreto do Peito" aja sempre algo precioso a partilhar. Só assim vale a pena certas coisas :-)

    ResponderEliminar
  3. fiquei comovido pela interpretação que fez dos meus trabalhos, tão próxima do que eu entendo que elas podem dizer.... ( do meu secreto abismo ). Obrigado.
    Paulo Damião

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

16.16 - Portugal - Campeão Europeu 2016

16.14 - "Adoro" quando ... e as orelhas de elefante

16.8 - John Verdon - Peter Pan tem que morrer ... ou não